“Nós alimentamos o mundo”

Conteúdo Especial PLANT + BASF


16.08.21

Plant + BASF

Produtora superou a perda do marido, preparou os filhos para o negócio e agora se orgulha de trabalhar em uma das atividades mais essenciais para o planeta

Nome: Norma Gatto
Fazenda: Argemira, em Itiquira (MT)
Produtos: soja, milho e boi

“Sou gaúcha, filha de agricultor. Cheguei a Mato Grosso em 1979, no ano em que me casei. Meu marido havia aberto uma fazenda na região e fomos para lá. Ele atuava fortemente no agro, mas eu nunca tinha me imaginado trabalhando na agricultura. Voltei a estudar e tivemos três filhos, todos homens.

No ano 2000, tudo o que havíamos planejado acabou interrompido bruscamente. Meu marido foi assassinado. Eu tinha dois caminhos a seguir: parar a vida ou seguir em frente. Escolhi a segunda opção. Pouco depois, assumi temporariamente a fazenda, já que o plantio ainda não havia acabado. Terminamos o plantio e, aos poucos, fui me apaixonando pelo agro. Acabei ficando.

Enquanto meus filhos cursavam a faculdade, cuidei com afinco da fazenda. Quando eles se formaram, decidi que seria melhor se começassem também a se envolver com a atividade agrícola. Para mim, foi muito difícil aprender tudo do zero. Para eles, a transição foi mais tranquila. Hoje em dia, eles estão à frente do negócio.

Em casa, nós sempre falamos sobre o orgulho que é fazer parte do agronegócio brasileiro. Pare para pensar: o campo do Brasil alimenta 1 bilhão de pessoas no mundo. É fantástico imaginar que ajudamos, com nossos produtos, a fornecer o combustível mais essencial para a vida. Sem alimento, não há saúde, não se progride, não existe futuro.

Depois de tudo o que passei, é lindo ver os meus filhos construírem o legado de nossa fazenda. Ele, afinal, é resultado do esforço de uma vida inteira: mudei de cidade com o meu marido e deixamos nossas famílias para buscar novos sonhos em um lugar diferente. Acho que isso não teria sido possível sem ousadia e coragem.

Pare para pensar: o campo do Brasil alimenta 1 bilhão de pessoas no mundo. É fantástico imaginar que ajudamos, com nossos produtos, a fornecer o combustível mais essencial para a vida.

Mas é preciso enxergar o futuro também. Nesse sentido, a fazenda está muito bem preparada. A inovação tem papel essencial para nós. Realizamos mapeamento com drones, usamos os equipamentos mais avançados do mercado, incorporamos softwares de monitoramento.

Buscamos sempre a máxima eficiência em nossos sistemas produtivos. Verticalização e integração lavoura-pecuária são alguns dos métodos que usamos. Além disso, estamos sempre investindo no solo, em técnicas de plantio direto e na palhada. Assim, nos mantemos sempre no topo dos produtores de Mato Grosso.

A BASF nos municia com produtos e tecnologias que incrementam as nossas atividades agrícolas. Tudo isso resulta em duas palavras mágicas neste ramo: produtividade e sustentabilidade. Uma esá diretamente conectada à outra. É graças a elas que, afinal de contas, ajudamos a construir um mundo cada vez melhor.”

Leia também:

Especial BASF: Legado é para sempre

Mauricio De Bortoli – “Somos a força que impulsiona o planeta”

Pedro Valente – “A sustentabilidade faz parte do nosso DNA”

Elton Zanella – “O legado é para sempre”

Entrevista com Eduardo Novaes, diretor de Marketing de Soluções para a Agricultura da BASF

TAGS: agropecuária, Basf, Norma Gatto