A beleza da produção

Por Romualdo Venâncio


Edição 27 - 03.12.21

CPFL Soluções
CPFL Soluções

Por mais rotineira que seja a vida no campo, por mais que se repitam atividades de manejo e cuidados com lavouras e pomares, dificilmente alguém deixa de se encantar com a chegada do período das floradas. Com o início da primavera, esse fenômeno se expande e se intensifica, e as fazendas ganham um novo brilho, tanto pela beleza da variedade de formas, cores e perfumes das flores que tomam conta das plantações, quanto pelo que elas representam. Floração é sinônimo de reprodução, de produtividade, de novas expectativas para uma safra cheia, robusta e lucrativa. E também uma confirmação de que o cultivo está bem cuidado, de que o solo está fértil e as plantas estão sadias. Confira agora alguns exemplos desse colorido especial e até curioso da produção agrícola espalhada pelo Brasil e pelo mundo.

Soja – Quem vê a lavoura de soja no ponto de colheita, com a aparência de seca, não faz ideia da beleza dessas flores, que apresentam diversos tons de cor entre o branco e o roxo e medem entre 3 e 8 mm.
Lavanda – Você pode ou não gostar do aroma da lavanda, mas é difícil não se encantar com um campo coberto por estas flores roxinhas. Por isso lavandários são considerados pontos turísticos.
Abóbora – Esta florzinha amarela também serve como alimento. Rica em fibras, cálcio e vitamina C, ela faz parte do grupo das Plantas Alimentícias Não Convencionais (Panc).
Abacaxi – Esta é uma imagem bastante incomum para quem não lida com o cultivo da fruta. Até porque o próprio abacaxi lembra uma espécie de flor quando está começando a aparecer.
Maçã – As flores da macieira podem ser brancas ou rosadas, geralmente têm cinco pétalas e são hermafroditas. Isso mesmo, elas têm órgãos reprodutores masculinos e femininos.
Alho-poró – Esta é uma flor bastante curiosa. Além de ser utilizada na culinária, para dar sabor e aroma, também é usada como enfeite, por conta de sua beleza bastante particular.
Maracujá – É considerada uma das flores mais bonitas entre as plantas frutíferas. Também é chamada de “flor da paixão”, por conta de uma analogia que se faz com a Paixão de Cristo.
Cacau – A flor do cacaueiro surge no tronco da planta, pois é nele que ficam os frutos. Dá até a impressão de que alguém as colocou ali, como fazem com orquídeas em árvores espalhadas pelas cidades.
Couve-flor – Neste caso, a flor já vem no nome da planta e ela mesma é o próprio alimento. Inclusive proporcionando diferentes tipos de preparo: grelhada, refogada, gratinada…
Batata – Esta pequena florzinha com formato de estrela e apenas cinco pétalas mede entre 3 e 4 cm de diâmetro e pode apresentar diferentes tonalidades de cor, indo de branca a rosa, vermelha, azul e roxa.
Café – É uma felicidade para o produtor quando o cafeeiro fica todo branquinho, coberto de flores, quase uma planta ornamental. Alegria maior só quando elas começam a cair para dar lugar às cerejas.
Citrus – Uma forte característica das flores de citrus é que de maneira geral são muito perfumadas. Isso porque apresentam glândulas de óleos essenciais, que inclusive são utilizados para fins terapêuticos.
Algodão – A flor do algodoeiro apresenta apenas cinco pétalas e inicialmente é branca. Depois de fecundada, ela começa a mudar de cor, passando para rosa ou arroxeada.