A MURALHA DE VINHAS

A Grande Muralha Verde, o governo chinês colocou em ação um plano 100% original


Edição 25 - 14.07.21

Nos anos 1960, o governo central chinês colocou em prática um plano original para conter tempestades de areia e o avanço das áreas desérticas em seu território. Incentivou o plantio da chamada Grande Muralha Verde, criando projetos de agricultura e reflorestamento em grandes fazendas estatais. Em algumas delas foram plantados vinhedos, que deram início a uma indústria vinífera no país. Hoje, algumas dessas fazendas estão no centro de uma polêmica. A mídia local da província de Gansu acusou uma das estatais, a Fazenda Florestal Yangguan, de derrubar ilegalmente centenas de hectares de matas para substituí-las por mais vinhedos e, desta forma, conseguir atingir as metas previstas nos seus planos quinquenais. A província é a quarta maior produtora de uvas para vinhos da China e hoje possui até mesmo rotas turísticas em suas vinícolas. Uma delas, a Zi Xuan Wine Estate, guias conduzem visitantes a uma adega capaz de armazenar, em condições ideais, mais de 7 mil barris de vinho. Com o progresso delas em detrimento das árvores, porém, o receio de parte da população é que o esforço feito durante décadas para conter as tempestades de areia vire poeira.

 

PLANT PROJECT 

TAGS: Agronegócio, governo central chinês, Inovação, MURALHA, MURALHA DE VINHAS, MURALHA DE VINHEDOS, polêmica, Sustentabilidade, Zi Xuan Wine Estate