A FÁBRICA DE MORANGOS

Grande população e poucas áreas para cultivo...


Edição 25 - 12.07.21

Com grande população e poucas áreas para cultivo, o Japão foi pioneiro em técnicas de agricultura vertical. O país tem tecnologia e tradição na produção de verduras em ambientes fechados, com umidade e temperatura controladas. A produção de frutas, porém, é uma nova fronteira nessa área. Uma das mais antigas empresas japonesas de agricultura indoor, a Spread, de Kyoto, anunciou agora que desenvolveu tecnologia para cultivar morangos em larga escala. Desde 2018 a companhia utiliza sistemas robóticos para automatizar a produção em sua Techno Farm. Uma nova unidade usará a mesma técnica para os morangos, considerada uma das culturas mais sensíveis à ação de pragas e doenças. Por isso, em condições normais na natureza, é uma das que mais fazem uso de produtos químicos – o que deve ser dispensado na fazenda vertical. A Spread informou também que avalia a distribuição de seus morangos na Europa e na América do Norte e que tem pesquisas para, no futuro, cultivar grãos, cogumelos e outras frutas em suas instalações.

PLANT PROJECT 

TAGS: agricultura vertical, Agronegócio, Inovação, Kyoto, Máquinas Agrícolas, Morangos, Spread, Sustentabilidade, Tecnologia