O Shopping Verde do EATALY

o centro comercial Green Pea rapidamente se transformou em um ícone do consumo na cidade.


Edição 24 - 08.04.21

Registro fotografico da vista de cima do shopping Green Pea.
Foto – Computadorizada da vista do Green Pea.

Em plena pandemia, um novo endereço comercial de Turim, no Norte da Itália, atrai cerca de 4 mil visitantes por dia. Aberto em setembro passado, o centro comercial Green Pea (ervilha verde, em Inglês) rapidamente se transformou em um ícone do consumo na cidade. O que explica tamanho sucesso? A marca e o conceito por trás do empreendimento. O Green Pea foi criado pela família Farinetti, a mesma que revitalizou a gastronomia e a indústria de alimentos italianas com a rede de lojas Eataly, presente em diversos países, inclusive o Brasil, e depois com um verdadeiro parque temático da comida local em Bolonha. No Green Pea, a ideia dos produtos locais permanece, mas a bandeira do shopping center, anexo à loja do Eataly, é a sustentabilidade. Todas as mais de 100 marcas parceiras – todas grandes nomes do consumo – tiveram de se comprometer a seguir padrões rígidos nas suas lojas. O prédio foi erguido seguindo também certificações ambientais. A fachada é revestida com madeira das árvores derrubadas pela tempestade Vaia, em 2018, no nordeste da Itália. Por dentro, a pintura foi feita com uma tinta especial, que converte as paredes em purificadores de ar, eliminando 99,9% das bactérias. Mais de 2 mil árvores foram plantadas dentro e fora do edifício e mais de 100 mil litros de água de chuva são armazenados para uso no prédio.

TAGS: Agronegócio, Consumo, Empreeendimento, Gastronomia, Global, Itália, Sustentabilidade