Colômbia: Guerra das bananas

Fazendas treinam funcionários para impedir a invasão de um fungo


Edição 18 - 23.03.20

Uma doença mortífera está mobilizando um verdadeiro exército na Colômbia. Mais de 25 mil funcionários de 700 fazendas começaram a ser treinados para impedir a invasão de um fungo que murcha as bananeiras adultas, aniquilando seus frutos. A praga entra na planta pela raiz, sufocando-a ao bloquear o acesso a água e nutrientes. Ela é espalhada principalmente pelo calçado das pessoas, ferramentas e veículos que entram nas lavouras ou pelo escoamento da água de irrigação que arrasta o fungo de um lugar para outro. Com a ajuda das Forças Armadas locais, o Ministério da Agricultura colombiano isolou as áreas infectadas e desenvolveu um protocolo para conter a propagação da praga. Ele consiste em lavar e desinfectar os poucos veículos autorizados a ter acesso às plantações e mergulhar os sapatos dos agricultores em pequenas piscinas de higienização. O caso é sério. Todos os anos, a Colômbia exporta US$ 1 bilhão em bananas.

TAGS: Colômbia