O bom caminho do Uruguai

Coluna UNIVERSO KOSHER - Por Felipe Kleiman


12.10.18

Felipe Kleiman é consultor especializado em projetos de abate Kosher e posicionamento de mercado. www.abatekosher.com.br

Tive o mérito de apresentar na Universidad de la República, no Uruguai, um programa de capacitação em Abate Kosher e Bem-Estar Animal para 80 veterinários atuantes nessa área dentro dos frigoríficos produtores Kosher, no marco dos novos requerimentos de Israel para exportação de carne bovina.

Parte do grupo é formada por fiscais e chefes de departamentos do Ministério da Agricultura do Uruguai, mas a maioria do público trabalha para os frigoríficos e tem responsabilidade direta sobre os programas de BEA.

A adesão dos frigoríficos produtores Kosher do Uruguai foi de praticamente 100%. Algumas empresas inscreveram 4 ou 5 profissionais. Tivemos a presença de profissionais de duas plantas da Argentina que viajaram especialmente para o evento.

A importância que o segmento da carne Kosher tem no país ficou evidenciada não só pela adesão massiva ao evento, mas pelo conhecimento sólido demonstrado por todos os participantes. Interagi com veterinários do Ministério que atuam próximos ao abate Kosher desde antes de eu nascer, lá mesmo, no Uruguai. E, lembrando que eu já não cozinho na primeira fervura…

Leia também: Um Novo Marco Para o Bem-Estar Animal

O número de profissionais participantes foi o dobro daquele estimado inicialmente. Tudo isso aconteceu pela iniciativa e empenho da querida profesora dra. Stella Huertas, que não mediu esforços para realizar o evento. A professora Huertas é uma cientista renomada na área de BEA, que tem me apoiado constantemente nos projetos de pesquisa. Tive a sorte de conhecê-la através da professora Temple Grandin – dentro de alguns dias vamos estar todos juntos em Kansas City para a Conferência de Bem-Estar Animal do North American Meat Institute.

A experiência desta viagem foi muito marcante para mim, como que completando um ciclo de aproximadamente 18 anos. Foi no Uruguai que tive minhas primeiras incursões no universo da carne Kosher, passando por diversas plantas que já eram tradicionais exportadoras para Israel. A pessoa do mercado com quem tive o contato mais agregador desde aquela época se chama Miguel Becaría, um dos ícones da indústria frigorífica uruguaia. Tive a imensa alegria de reencontrar esse mestre após tantos anos, encerrando com chave de ouro essa incrível jornada, num jantar com bife ancho Kosher, irretocável.

Sou grato a Deus pela oportunidade de viver isso tudo. Obrigado a todos os participantes. Foi uma experiência muito intensa, e sem dúvida quem mais aprendeu nesses dois dias fui eu.

Obrigado Lívia, minha assistente, RP 01, pelo apoio e paciência.

Obrigado professora Stella, pela confiança e pelo brilho nos olhos que este projeto criou.

Todo sistema pode sempre melhorar. Nenhum é intocável. A fusão da sabedoria resultante da derrubada dos tabus nos faz mais maiores e melhores.

Juntos podemos.