Vale do Piracicaba, o endereço da revolução

Coluna A REVOLUÇÃO DAS MÁQUINAS - Por Marco Ripoli


28.09.18

Marco Lorenzzo Cunali Ripoli, Ph.D. é Engenheiro Agrônomo e Mestre em Máquinas Agrícolas pela ESALQ-USP e Doutor em Energia na Agricultura pela UNESP, executivo, disruptor, empreendedor, inovador e mentor. Proprietário da BIOENERGY Consultoria, da ENERGIA DA TERRA empresa de alimentos saudáveis e investidor em empresas.

Muitas pessoas imaginam que as significativas inovações vêm apenas das grandes empresas, mas isso não é verdade.  Grandes empresas um dia começaram de forma bastante humilde e cresceram…

O Vale do Piracicaba (ou AgTech Valley) foi criado com alusão ao Vale do Silício norte-americano, considerado exemplo de geração de conhecimento e empreendedorismo de ponta, localizado na região da Universidade de Stanford, onde se encontram as gigantes de tecnologia do mundo, entre elas a Google e Apple.  O objetivo é de fortalecer e integrar mais de 100 empresas e instituições de tecnologia para o agronegócio na região.

O ecossistema em que Piracicaba está inserido tem importante força acadêmica (ESALQ-USP, Unimep, Fatec, EEP e outras instituições de ensino superior), centros de pesquisa (CENA e CTC) e muitas empresas, alojando um dos mais importantes centros tecnológicos na produção de cana-de-açúcar do mundo, por exemplo.  É o único do país voltado ao agronegócio, setor onde somos mundialmente competitivos e líderes na produção e exportação de muitos produtos.

Já validado como um marco em prol de um desenvolvimento mais sustentável de toda a cadeia produtiva, leva ao aumento do número de oportunidades para investidores, para soluções de problemas por demanda, mais comprometimento para o desenvolvimento de frentes de pesquisa para solução de problemas agrícolas.

Leia também: Revolução Começa com PoC e PoV

Um pilar fundamental do ecossistema é a grande variedade de participantes, que é preenchido com empresas de tecnologia locais fundadas por empresários bem relacionados, com uma compreensão aguçada da cultura local, infraestrutura e conhecimento de agronomia, abordando os problemas centrais das regiões. Criar uma empresa tornou-se uma opção de carreira desejada para muitas das mentes mais brilhantes.

O Vale já conta com diversos hubs que vem atuando com muita força.  São eles:

  • AgTech Garage: Desenvolvem iniciativas para alavancar as Startups nas suas diferentes fases de desenvolvimento.
  • Avance: Um dos objetivos do hub é aproximar o mercado de cana-de-açúcar e as startups
  • EsalqTec: Órgão da ESALQ/USP  de apoio a empreendedores da área Tecnológica ligadas ao Agronegócio no desenvolvimento de seus negócios.
  • Pecege: Propõe inovar na produção, disseminação do conhecimento, identificar necessidades e apresentar ferramentas e soluções para as grandes áreas que movimentam a economia e a sociedade.
  • Pulse: Ponto de encontro onde startups, universidades, investidores, executivos e organizações do agronegócio unem-se para moldar um futuro mais inteligente.
  • Usina de Inovação: Ambiente de negócios criado para oferecer infraestrutura e suporte para aproximar empreendedores, startups, produtores, investidores, aceleradoras, agências de fomento, academia e institutos de pesquisa.

A revolução das máquinas também passa por aqui…  Participe deste movimento!

O Agro não para!

Clique aqui para conferir todas as #ColunasPlant.

TAGS: AgTech, Vale do Piracicaba