TOP FARMER NOVA GERAÇÃO – Pedro Merola

Pecuária de Corte - Produção em Quantidade e Qualidade


Edição 8 - 26.03.18

Pedro Merola já confinou meio milhão de bois em dez anos à frente do confinamento da Agropecuária Santa Fé, em Santa Helena de Goiás (GO). E agora faz sucesso no mercado premium de carnes

Pedro Merola tem 39 anos e representa a quarta geração de produtores rurais na mesma terra, a Agropecuária Santa Fé, em Santa Helena de Goiás (GO), propriedade que foi comprada por sua família em 1933. Nascido em São Paulo (SP), foi criado na fazenda e desde criança acompanha a rotina do confinamento de bois, que teve início em 1984. Aos 11 anos já comemorava o pagamento por suas primeiras cabeças confinadas. “Tive oportunidades muito raras em minha vida”, afirma Pedro, há uma década no comando da empresa. Em 2012, comprou a parte de seu pai no negócio e se tornou o único dono. “Tínhamos ambições diferentes. Ele estava satisfeito e eu queria avançar”, explica.
No ano passado, o confinamento da Santa Fé reuniu quase 60 mil cabeças. Apesar do apetite maior para a expansão dos negócios, Pedro reconhece que seu pai, Ricardo Merola, preparou bem o terreno para que pudesse apertar o passo. “Ele sempre buscou inovações tecnológicas. Tivemos, por exemplo, a primeira fazenda do cerrado goiano a trabalhar totalmente com plantio direto”, diz Pedro, engenheiro agrônomo formado pela Esalq. A inovação tem sido um grande diferencial para garantir a excelência da Santa Fé com a terminação dos bois. O gado é quase todo de pecuaristas parceiros, atraídos pela qualidade no atendimento. Para se ter ideia, desde o ano passado os clientes contam com um aplicativo para acompanhar, em tempo real, tudo o que acontece com seus animais.
Pedro é um empreendedor inquieto que, como ele mesmo diz, sempre se interessa pelas coisas mais complicadas. Esse é um dos motivos pelos quais também decidiu investir na outra ponta da cadeia pecuária. Em 2014, Pedro lançou a FEED, uma loja conceitual que oferece carne de primeiríssima qualidade – apenas 40% é de produção própria –, além de tudo o que o consumidor precisa para ter uma experiência gastronômica diferenciada, de iguarias
a vinhos e cervejas. Pedro descreve o novo negócio como sua maior aula de vida.
“Varejo é muito mais difícil na área de vendas, exige muito de raciocínio e dedicação.
Foi um desafio de adequação”, descreve.

Confira os demais protagonistas da segunda temporada da série TOP FARMERS

TAGS: Pecuária, Pedro Merola, Top Farmers