“A natureza não é boa para os seres humanos”

Como Peter Brabeck-Letmathe, chairman da Nestlé, prepara os próximos passos da empresa


Edição 3 - 15.01.18

Leia também: Prepare-se para o Futuro da Comida

Prestes a deixar o comando da maior indústria de alimentos do mundo e começar a desfrutar de sua aposentadoria, Peter Brabeck-Letmathe, chairman da Nestlé, continua demonstrando que sua marca vai permanecer por muito tempo na empresa. Suas posições fortes e sua visão única de futuro para o setor continuam repercutindo e devem guiar os passos da companhia ainda por muitos anos. Seguindo suas orientações, a multinacional caminhará cada vez mais rumo a se tornar uma empresa com soluções individualizadas de nutrição, baseada no design de alimentos enriquecidos com as substâncias que cada consumidor necessita para uma vida saudável e podem substituir medicamentos.
Nos últimos 20 anos, Letmathe comandou uma série de aquisições que trouxeram para dentro da Nestlé conhecimento e pessoas que colocam a companhia na vanguarda da nutrição medicinal. Na visão do executivo, no futuro as pessoas terão sua saúde examinada em vários momentos da vida para conhecer melhor o material genético de micro-organismos que vivem em seu corpo. A partir dessas informações, seria possível analisar a predisposição para doenças como obesidade e muito mais. Os mesmos dados permitirão que a Nestlé desenvolva produtos que atuem como medicamentos para preveni-las.
Letmathe é um severo crítico dos movimentos que pregam uma dieta exclusivamente orgânica, sem a interferência da ciência em sua produção. Recentemente, em uma entrevista ao repórter Chase Purdy, do site americano Quartz, ele não se furtou a polemizar e a defender suas opiniões contundentes a esse respeito. Para o executivo, o simples ato de cozinhar é uma forma de transformar alimentos em algo diferente – e isso pode ter feito toda a diferença na evolução da humanidade. Confira um trecho da entrevista:

Não lhe parece evidente que deveríamos nos voltar para uma dieta baseada em alimentos que brotam do solo?
Permita-me começar com sua visão. Você parte da premissa de que a natureza é boa.

E não é?
A natureza não é boa para os seres humanos. Ela mataria todos eles. A razão que levou o Homo sapiens a se tornar o que somos é o fato de termos superado a natureza. O que nos torna diferentes dos animais, o que permitiu que nos desenvolvêssemos, inteligentemente, foi aprender a cozinhar. Esse é um dado subestimado.

Então cozinhar seria uma ponte para falar do futuro, uma refeição perfeita, predeterminada, cientificamente produzida?
Essa é a ideia sobre a comida perfeita. E, antes de mais nada, ela já existe. Quando tivemos os primeiros homens na lua, eles já recebiam uma nutrição especial.

E os alimentos orgânicos?
Acho que eles têm um direito absoluto de existir. Sou o primeiro a dizer que como uma quantidade enorme de vegetais. Adoro vegetais. Mas também sei que não são suficientes para mim.

 

Leia também: Prepare-se para o Futuro da Comida

TAGS: Futuro da Comida, Nestlé, Peter Brabeck-Letmathe