Cultivando parcerias de sucesso

Ourofino Ideas - Reimaginando a Agricultura Brasileira


Edição 6 - 24.10.17

Ourofino Ideas: Reimaginando a Agricultura Brasileira

Praticar uma agricultura tropical com alta produtividade, adequada às condições de cada região, exige conhecimento. Mais que isso, demanda fazer esse conhecimento chegar ao produtor, permitindo que ele tome as decisões corretas no tempo certo. Com um portfólio completo robusto, além de serviços especializados para o cultivo de cana-de-açúcar, a Ourofino Agrociência tem apostado nessa fórmula para estreitar relações com seus clientes e, desta forma, contribuir para que seus parceiros obtenham, no campo, colheitas mais fartas e rentáveis. Um exemplo desse compromisso é o Ciclo 100, um programa de soluções integradas para o cultivo da cana-de-açúcar que orienta o agricultor no sentido de fazer o manejo correto de plantas daninhas, pragas e doenças durante todo o ciclo da cultura, levando, assim, o canavial a expressar todo o seu potencial produtivo.

Iniciado em 2016, o programa conta atualmente com uma equipe de 20 profissionais de campo, uma estrutura de pesquisa e desenvolvimento com mais 12 pessoas, além de diversos consultores nas áreas de herbicidas, inseticidas, entomologia, fitopatologia e parcerias com institutos de pesquisa, com foco na área de tecnologia de aplicação. “É um programa bastante robusto”, afirma Roberto Toledo, gerente de produtos herbicidas e cana-de-açúcar da Ourofino. “A ideia é utilizar o nosso conhecimento e o amplo portfólio de produtos da empresa para ajudar o produtor em todas as fases do cultivo, desde o plantio da cana até a última colheita”.

O Ciclo 100 foi estruturado com base nos três pilares estratégicos da Ourofino Agrociência: ‘Inovando para a Agricultura Brasileira’, que se dá através do desenvolvimento de novos produtos e soluções, sempre pensando nas condições tropicais de cultivo; ‘Presença Constante’, com diversas ações de capacitação técnica junto aos produtores; e ‘Crescendo com a Agricultura Brasileira’, ao incentivar e promover a interação entre o agricultor, o consultor e a indústria. O objetivo da empresa com esse conjunto de ações é criar um relacionamento de longo prazo com os seus clientes, sempre baseado na ciência e com foco nos resultados.Desde a criação do Ciclo 100, a Ourofino Agrociência tem trabalhado junto a grandes e médios agricultores, diversas usinas e as principais cooperativas agrícolas do País. Matheus Carneiro é um dos muitos produtores atendidos pelo programa. Dono de uma propriedade de 3 mil hectares, é atualmente um dos maiores fornecedores de cana para usinas na região de Ribeirão Preto. “As soluções da Ourofino atendem todas as necessidades da lavoura, com qualidade e preço justo. Isso facilita muito a vida do produtor”, conta Carneiro, que se diz muito satisfeito com os produtos, especialmente por serem vendidos já prontos para o uso, o que facilita o manuseio e evita o uso excessivo de defensivos.

“Temos uma equipe qualificada em campo, trabalhando em conjunto para resolver os problemas específicos de cada um dos nossos parceiros. Como o portfólio de produtos é amplo, a gente consegue montar recomendações personalizadas de acordo com a necessidade do produtor. Este é um diferencial da Ourofino”, afirma Toledo. “Por isso, mais do que ter um bom portfólio de produtos, é preciso ter gente na ponta identificando onde estão os problemas e fazendo as recomendações necessárias”.

 

Para Miguel Favotto Padilha, diretor Comercial Executivo da Ourofino, por contar com uma equipe robusta e capacitada, que realmente dá assistência aos produtores, usinas, cooperativas, re­ven­das e associações de produtores, a empresa tem conseguido manter uma presença marcante no setor canavieiro. “Ao adquirir um produto da companhia, o produtor leva os benefícios em contar com uma solução produzida em uma das mais modernas fábricas de defensivos agrícolas do mundo, reconhecimento vindo de clientes e até de concorrentes. Isso nos dá uma vantagem competitiva muito grande”, afirma Padilha.

TAGS: Agricultura Tropical, Ourofino, Tecnologia